17.03.2017 por Bianca Quagliato

Tag IRMÃS

 

annie1

 

Oi amores,

Hoje finalmente consegui arrastar dona Annie pra gravar uma tag que acho super legal no canal do youtube, a Tag Irmãs, claro que demos risada o video inteiro, mas achei que o video ficou muito “a gente” e bem espontâneo sabe?

Espero que vocês gostem e deixem ideias para mais tags ou videos para gravarmos juntas.

 

 

annie2

 

15.03.2017 por Bianca Quagliato

Minha Viagem para o Marrocos – Parte II

 

casa2

Oi gente, tudo bem?
Fiquei muito feliz com o feed back de vocês sobre o blog essa semana! Obrigada! Também senti falta de escrever pra vocês.
Hoje vou continuar com a série dos posts “Minha Viagem para o Marrocos” (créditos pra minha irmã Annie que está me ajudando a escrever os posts) contando como foi nossa estadia em Casablanca.
Voamos de São Paulo em um voô direto até Casablanca que durou 8:30hrs mais ou menos! Operado pela companhia aérea Marroquina “Royal Air Maroc” (Off topic: a PIOR companhia que já voamos na vida! Aeronave suuuper nova, voô tranquilo mas o atendimento, não posso nem dizer que deixa a desejar pois praticamente não existe atendimento. Comissários com péssima vontade, pode morrer de chamar, eles não atendem! Não tem um horário certo para servirem as refeições e fizeram cara feia quando solicitamos que esquentassem a comida dos nossos filhos (na volta depois de anos luz pedindo demos a comida fria mesmo) enfim, se um dia eu viajar sem criança posso até repensar essa Cia aérea mas por enquanto não mais, prefiro até um voô com escala do que encarar esses sem educação da Royal Air Maroc, e pelo visto todos os outros passageiros acharam o mesmo, praticamente todos reclamando e na volta um grupo de idosas foram super destratados pelos comissários de bordo, sem mais…)
Chegamos em Casablanca a noite depois de um voô diurno e ficamos um dia lá para conhecer a cidade! Devo dizer que 1 dia é mais do que suficiente pois é totalmente possível conhecer os pontos turísticos da cidade nesse período.
Contratamos um guia local que falava “Portunhol” ! O senhor Mustafá! Achei imprescindível, além dele contar tudo pra gente, explicar as histórias dos lugares pudemos entrar em várias áreas restritas porque ele conversava com os guardas e eles liberavam nossa entrada! Achei isso demais e ficamos muito satisfeitas com esse serviço!
Quando saímos do hotel para os passeios em Casablanca e tivemos o primeiro contato com a cultura árabe (tão diferente e tão incrível) ficamos maravilhados!
Casablanca é uma típica cidade grande, super agitada, com trânsito, shoppings, restaurantes mas também muito rica culturalmente falando.
CASA11
O primeiro lugar que fomos foi em uma das prefeituras de Casablanca (é curioso mas Casablanca tem cinco prefeituras), ficamos encantados com a arquitetura, os mosaicos, as cores, as portas todas em azul turquesa, uma coisa de lindo. Tiramos varias fotos, e um detalhe é que em todas as cidades do Marrocos tem fotos do rei espalhadas por toda parte.
Depois da prefeitura fomos andando até o “Royal Palace” tiramos várias fotos, e seguimos passeio. O guia nos levou em outros pontos turísticos e alguns lugares não turísticos com arquitetura também de tirar o fôlego.
Mais tarde naquele dia fomos conferir a “Hassan II Mosque” está entre as 5 mesquitas maiores do mundo. Nossa visita foi guiada e pudemos entender um pouco mais sobre a religião, confesso que tudo ali me encantou, desde a arquitetura (surreal, os carpetes, lustres, mosaicos, madeiras, portas gigantes, “tanques” pra se purificarem) até os costumes religiosos, os chamados para orar, o significado de se lavar/purificar antes de cada oração, enfim tudo muito legal,é uma das poucas mesquitas onde é permitido a entrada de pessoas que não são da religião muçulmana. Sentimos uma energia inexplicável nesse lugar, nunca vou esquecer.
Se você estiver por lá vale se informar sobre os horários pois a entrada para não muçulmanos é restrita e se não me engano só é permitida em dois horários diariamente.
casa1
casa3
Depois que visitamos a Mesquita era a hora de ir para a Medina (cidade antiga) onde ficam os famosos Souks (mercados) mas optamos ir para o hotel pois as crianças estavam cansadas e tudo que tem no souk de Casablanca também tem em Marrakesh.
Hospedagem: Nos hospedamos no Four Seasons Casablanca e ficamos apaixonados por tudo! O hotel é maravilhoso, bem localizado, seguro, restaurantes e spa imperdíveis! Para quem viaja com crianças (são extremamente carinhosos e queridos, os restaurantes fazem o que você quiser pra sua criança comer) e sem crianças também esse é “O” hotel! Amamos!
Shopping: Tem um shopping novo bem em frente ao hotel com algumas lojas e um Carrefour! É pequeno e não tem muitas opções de lojas! O maior shopping de Casablanca é o Morocco Mall, gigante, tem loja de praticamente todas as grifes internacionais, esse sim vale a pena para quem gosta de comprinhas .
casa12
No próximo post vou contar sobre Marrakech, seus encantos e truques, como se comportar e agir perante essa cultura que vai muito além da religião e também abrange e cultiva muito o comércio e as negociações.

 

casa4

Beijos, Bianca.

09.03.2017 por Bianca Quagliato

Minha Viagem para o Marrocos

 

morroco 1
Oi gente, tudo bem?
Hoje bateu aquela vontade de mostrar aqui, e contar mais detalhadamente sobre a minha viagem de ano novo para o Marrocos.
Como muitos já sabem, (fiz uma cobertura bem completa no meu insta @quagliatobiba) passamos o ano novo em Marrakesh!
Vou dividir o post em 3 partes para não ficar cansativo!
Hoje vou contar como e porque escolhemos esse destino tão “exótico”.
Estavamos (minha familia, a da minha irmã e minha mãe)em busca de um lugar para passar a virada do ano todos juntos, e isso foi uma novela, já que cada uma – Annie e eu- tinha uma vontade (menos minha mãe que queria somente que estivéssemos juntos)! Parecia que NUNCA iriamos entrar num consenso, eu queria ir pra Miami novamente – fomos o ano passado- porque é perto, tem Disney perto e já estamos acostumados com o lugar! Só que dona Annie não queria Miami de jeito nenhum, ela gosta de explorar, o tempo de voô não importa pro nucleo familiar dela, eles encaram tudo (já tinham feito uma viagem pra California de 14 horas de voô até SF com as duas crianças e tudo ok), a sugestão dela, pasmem, era a China e eu quase encarei, mais no fim arregamos, achamos muito longe para encarar com o Francisco (por enquanto).
Ficamos muito irritadas uma com a outra e depois de cogitarmos um bilhão de possibilidades Annie fez uma pesquisa e falou: – por que não vamos pro Marrocos? Na hora já virei o olho e falei pra ela parar de sonhar que nós não iriamos pra um lugar longe e então ela rebateu dizendo que eram só 8hrs30 de voô. Yes, destino escolhido, fechamos a trip :)
morroco3
Muitos devem estar se perguntando: é “tranquilo” viajar com bebês/criança para o Marrocos ? A resposta é simples, é tranquilo mas dá trabalho, assim como dá trabalho aqui em Ourinhos, porém se estivermos tranquilas, com organização podemos levar os pequenos para todos os lugares. Mas é claro que a prioridade são as crianças e crianças são uma caixinha de surpresas, portanto somos flexíveis nos passeios, isto é, se precisar voltar para o hotel, parar para comer vamos sempre priorizar as necessidades deles, obviamente que a viagem é diferente e o ritmo dela tambem mas foi uma experiência maravilhosa e em breve vamos repetir a dose . Antes de ter filhos eu tinha um pensamento diferente sobre a questão viagem e bebês, mas só podemos falar mesmo quando vivemos a situação não é mesmo?
Nós achamos um jeito de fazer o Marrocos se adaptar à nossa familia, com alguns cuidados básicos e muito concientes que toda viagem com criança tem algumas limitações, inegável essa questão.
A escolha dos hotéis foi quase que o ponto principal, optamos por um hotel de rede internacional – Four Seasons – nos dois lugares que visitamos! E isso foi crucial, tínhamos a disposição restaurante internacional (com inúmeras opções de menu kids), e um staff muito disponível e pronto para nos ajudar em qualquer coisa/situação (Desapareceram todas as chupetas do Francisco e eles arrumaram uma nova onze horas da noite )
morroco4
O Marrocos não é um país “sujo” como muitos tem a impressão (já estive em lugares muito piores no quesito sujeira aqui no Brasil mesmo), é claro que se você for viciada em álcool gel, esterilizador de mamadeiras e copinhos o Marrocos não é o lugar ideal pra levar com suas crianças. Tomamos os cuidados básicos em relação a alimentação (nada pior que pegar virose viajando) e curtimos demaaaais, respeitando é claro o limite dos nossos filhos! O saldo foi muito positivo e voltaremos com eles maiorzinhos pra fazer o deserto do Saara! Marrocos deixou um gostinho de quero mais!
Espero que tenham gostado e o próximo post será com dicas de Casablanca!
morroco2
Nossa Turma em Marrakech
Beijos
Topo